Thursday, July 19, 2012

Ilhas (Nós)



ILHAS (NÓS)


Na pele da manhã enevoada
rasga-se longo corte vertical
a desenhar o nosso Tordesilhas.

Dos vértices submersos destas ilhas
(nós) levantam-se mastros pelo sal
corroídos, cujas gáveas destroçadas
já mal se veem: sonhos maltrapilhos.

Cumpre augurar o tempo das partilhas.

1 comment:

Raul Agostino said...

Partilhar é doar-se, é dividir sem restar.