Tuesday, September 27, 2016

O Painel de Vitrais do MAB-SP :: Fogueira a arder no dia findo



O dia já estava mais que ganho. Duas belíssimas exposições no MASP (Portinari Popular e a emblemática A Mão do Povo), além de uma passada pelas pérolas do acervo, onde há quatro Modiglianis. Um almoço em um peruano com preços de povo peruano, leite de tigre e pisco sour ótimos.

O já estava ganho, podia baixar a coisa fria, também chamada noite, mas eu quis ainda visitar Higienópolis, onde jamais estivera, atrás de um mosaico de pastilhas. Encontrei, gostei, depois posto.

Dia, portanto, ganho, repito. Gastei meu dia, nele me perdi. As árvores lá fora se meditam e a recém-chegada primavera é quente em mim, que a estou berçando.

E eis que encontro, sempre por acaso, o MAB, o Museu de Arte Brasileira, e nele o salão de entrada mais bonito que há dentre todos os museus visitados.

Este blog fala de painéis de azulejos, trata de painéis de mosaicos, e aqui era um painel, imenso painel de vitrais, onde já se viu isso.

São 230 m² na escadaria, com 216 quadros de 103 X 103 cm, dos quais 56 são vitrais artísticos entremeados por vidros leitosos com pintura de “cipós” feitos por Cláudia Andujar, artista naturalizada brasileira, autora também do painel da claraboia. Alguns destes 56 são assinados. Um Carybé ali, um Poty aqui, um Portinari perto da Tarsila.

E de lá saí vagaroso, de mãos pensas e coração radiante. Aquele painel, uma fogueira a arder no dia findo.





O teto



Aldemir Martins


Fulvio Pennacchi
Noêmia Mourão

Tarsila do Amaral

Portinari

Carybé
Poty

Bruno Giorgi




video

Monday, September 26, 2016

Portinari Popular :: Os Pés


Dialogando com a linda "A Mão do Povo Brasileiro", o MASP monta "Portinari Popular", imperdível antologia do mestre de Brodowski, de que o museu possui 18 obras em seu acervo. Esta é, aliás, a 12a exposição de Cândido no MASP desde 1948.

Portinari pintou muitos retratos da elite brasileira. Encomendavam, pagavam, ele fazia. Aqui não há nenhum. Há o do Mário de Andrade, mas Mário não é elite, ao menos não naquela acepção feia de grupo arrogante que não quer ter nada a ver com nossa gente.

Citando o texto de apresentação : "Por que Portinari popular hoje? Ainda padecemos de uma representação precária e preconceituosa dos sujeitos e das culturas africanas, indígenas e populares na mídia, na política, na sociedade e também na arte. É preciso aprofundar a reflexão sobre essas estratégias de representação, algo que a obra do artista antecipa, daí sua urgência e relevância."

Eu me emocionei muito, e bem antes de chegar aos Retirantes.

Aqui me foquei nos pés.












Beco do Batman



Havia um sabiá insistente e melancólico cujo canto nos acompanhou por todo o percurso e voltou agora quando abri as fotos, misturando-se ao seu primo carioca que ora canta aqui por sobre meu ombro

Havia muita muita cor muitos estilos muitos temas muitos bichos os olhos crianças recém-chegadas à festa sem saber pra onde correr

Os grafites soberbos bem-humorados políticos críticos oníricos : no chão nas paredes no ar no gorjeio melancólico do sabiá confuso que quer pousar na palmeira pintada na parede. E às vezes consegue


Beco paraíso, valparaíso da arte urbana, aonde se deve voltar para sempre ver coisas novas: o grafite que não estava na última visita e o que estava

E ficam martelando na cabeça os atentados que o governo golpista e ilegítimo quer promover contra a arte
















Sunday, September 25, 2016

Os Mosaicos do Mausoléu de 32


Bem, você não precisa ser defensor da Revolução Constitucionalista de 32 assim como não precisa ser católico para se deslumbrar com os maravilhosos painéis de mosaicos no interior da cripta do Obelisco Mausoléu aos Heróis de 32, onde estão as cinzas daqueles que lutaram contras as forças federais.

São três belíssimos painéis da autoria de Galileo Ugo Emendabili. A confecção foi feita no Studio Padan, em Veneza.

Trabalhos de grande refinamento e sensibilidade, inaugurados em 1957. Um tesouro literalmente escondido, tanto que um excelente blog inteiramente dedicado a mosaicos brasileiros tem uma postagem intitulada "Roteiro Turístico do Mosaico em São Paulo" e não os inclui.

Bem, fica aqui a contribuição. Em frente ao portão 2 do Parque Ibirapuera, de modo que as multidões que com muita justiça deleitam-se com o grafite dos Gêmeos podem só atravessar a rua e igualmente deleitar-se com as tesselas de Emendabili.