Saturday, March 16, 2013

Nossa música é violenta porque há violência nas ruas :: Area



Em entrevista, Demetrio Stratos, a lendária e carismática voz do Area, acusou o Premiata Forneria Marconi de alienação, dizendo ser estúpido e absurdo que se fizessem canções como "Dolcissima Maria" enquanto bombas caíam em Brescia. Concluiu: "a nossa música é violenta porque há violência nas ruas".

Sem entrar no mérito do que é alienação (na opinião deste blogueiro, um artista "engajado" pode ser muito mais alienado do que um, digamos, "lírico"), Stratos pegou pesado, sobretudo se lembrarmos que, "Dolcissima Maria" ou não (linda por sinal), a Premiada Padaria Marconi chegou a participar de show pró-PLO (a Organização para a Liberação da Palestina), além de, às vésperas de entrar no mercado norte-americano, ter lançado álbum denominado Chocolate Kings, verdadeiro tapa na cara (sem pelica) do público a ser conquistado.

A zanga de Stratos, porém, é emblemática do que foram os anos 70 na Itália e como eles influíram em bandas como Osanna, Stormy Six e, sobretudo, Area, uma das bandas mais perturbadoras e de difícil assimilação de todo o movimento.

O encantamento precoce de Demetrio privou-nos de uma das vozes mais poderosas de todo o rock progressivo italiano.

O vídeo abaixo tem grande valor histórico. Tocam, em playback, minha canção favorita, "Luglio, agosto, settembre". Quanto ao playback, será que alguém acreditava naquela pantomima??? =) Chega a lembrar o Chacrinha das tardes de sábado... Mas vale, pelas ótimas músicas. E pela fala do Demetrio.




1 comment:

Raul Agostino said...

nao sei se é meu computador, minha rede, mas o video nao "aparece"