Wednesday, June 20, 2012

Depois do Amor



DEPOIS DO AMOR
Viver é uma estratégia de pardais
Sérgio Campos

Depois do amor ouvíamos pardais
agasalhados nas amendoeiras
depois do amor os corpos são iguais
colados suados pelas suas beiras

depois do gozo os corpos querem mais
e se buscam nas mãos as derradeiras
fontes de eternidades passageiras
viver é estratégia de pardais

depois do amor as fotos amarelas
sorriem desbotadas aquarelas
Goa, Florença, Praga, os Cocais?

o meu corvo crocita: nunca mais
meu passado se jogou pela janela
mas na dor teço mínimos plurais

2 comments:

Raul Agostino said...

Belíssima. O Sérgio Campos estaria (está?) orgulhoso.

Marta Rodrigues said...

Tece máximos poemas. Poemas assim falam a todos. Saudosamente retorno para breve comentário. Kisses, Ev.