Sunday, June 24, 2012

Canja




Talvez prevendo que a madrugada seria de febres e vômitos do pequeno, fui para a cozinha naquela noite fria para tomar canja.

Foi a primeira vez que a Meire fez canja aqui em casa, e o tempero, divino, transcendia o hortelã ordinário. Ordinário das canjas.

Semprei amei canja, desde a época de menino e de vó. Para descobrir, muitos anos depois, que a canja nasceu em Goa.

Também eu nasci em Goa. Mas isso foi há muitos anos, bem antes de vó e menino.

2 comments:

Marta Rodrigues said...

Também adoro canja, ainda mais canja com texto do Evandro.

۞ Potira ۞ said...

Uau!

A canja nasceu eu Goa...

Também adoro!