Sunday, February 07, 2016

Azulejos de António Igrejas em Paquetá



Agnosticismos à parte, como gosto de visitar igrejas, aproveito sempre a oportunidade para fazer, digamos, uma e outra mentalização. Ao visitar a Igreja de São Roque (santo que, por motivos eufônicos, sempre foi dos meus diletos) em Paquetá, pedi fervorosamente que eu não deixasse a ilha sem ter encontrado algum painel dos Igrejas.

Batata.

Depois de conhecer o pequeno "Park Güell" nos fundos da Casa de Cultura, farejei coisa boa numa pousada de esquina. Resultado: três paineis do António Félix Igrejas de 1988: um pequeno em ótimo estado de conservação retratando a Ilha de Boa Viagem, um outro maior de canto de parede e, last but not least, um monumental de 416 peças, retratando o Rio Antigo e praticamente todo tapado por latas de cerveja e refrigerante. O dono da pousada ainda assegurou-me que a barra da piscina também é obra dele.

Seguem fotos. Para poder registrar o enorme painel sem as malditas latas, pretendo me hospedar nem que seja por uma noite no local.

Saí de lá dando urras a São Roque.

O de canto de parede




O grande painel de 416 peças


Linda assinatura





1 comment:

Ivo Korytowski said...

Paquetá é uma maravilha! Faz tempo não vou lá.