Tuesday, November 04, 2014

Rock Progressivo Italiano ::: Grande Jumbo Pt. II



Lançado em 1973, Vietato ai minori di 18 anni? é outra obra-prima. Musicalmente o grupo chegava ao seu ápice. As três primeiras canções se fundem em outra suíte, na qual a banda destila impiedosamente sua crítica à nossa hipocrisia. Há um quê de bufo, de sarcástico por todo o álbum. Os temas, que tratam de masturbação, homossexualismo, prostituição, isolamento e hipocrisia religiosa chegaram a ser censurados à época do lançamento (o que explica o título).

Ouvir Álvaro Fella urrando “Aveva dentro tanta paùra”, e “Continuo a masturbarme”, ao rememorar os sofrimentos de um menino enclausurado em um internato é inesquecível, desfazendo a ideia de que o prog italiano é sempre dolce e soave. Chega a ser inacreditável que tanta riqueza possa caber em apenas 7 minutos de “Specchio”. Ouvir os metais de “Come vorrei essere uguale a te” é outro auge.

Na faixa “Gil”, seguramente a mais experimental de todas (na verdade uma jam session), temos a presença de Lino Capra Vaccina (Aktuala) e Franco Battiato. Não deixem de notar a sutileza do mellotron, que piange quietinho, fazendo uma base melancólica para as viagens da percussão maravilhosa, para o VCS3 de Battiato, para o moog, para a slide-guitar e para a voz de Fella.

No final dos anos 80, a banda lançaria um álbum ao vivo, que vale mais pelas circunstâncias do que pela música em si. Um grande fã conseguiu reunir a banda, que não tocava junta desde 74, para um concerto, junto com IQ e Magma! O público, na verdade presente pelo Magma, teve uma grata surpresa com o Jumbo, que se concentrou no seu último álbum, Vietato?. Mas este disco não acrescenta muito para quem já conhece os de estúdio.



No comments: