Sunday, September 02, 2012

Manifesto Passadista (Ou Não)



MANIFESTO PASSADISTA (OU NÃO)
Aos estudantes de Tretas


e se retorno à prisão de 14 grades
é para limá-las com paciência de chinês
eu já sou muito velho para poucas regras
e muito novo para tantas liberdades

que no decassílabo o acento caia
também em sílabas ímpares pouco heróicas
se a bela Safo quis as suas inversões
não serei justo eu a apertar-me em saias

justas, já que, malgrado o meu tesão por whisky,
escocês não sou. Por um soneto que coce
que irrite que intrigue que dê leite que arrisque

não me venham pois com manutenção de rima
nos quartetos. Eu quero o soneto que goze
de quatro e faça gozar, por baixo e por cima.

2 comments:

Raul Agostino said...

deu até uma arrepiação!

Luiza Machado said...

A construção e a desconstrução do tamanho da fonte deu um toque fundamental!