Friday, December 11, 2015

Dois Limeriques para Dante e Lara


Enfim conheci a Lara, a namorada do Dante. Esses meninos são assim, tempos modernos, começam a namorar antes de comunicar aos pais. Fazem muito bem. 

No pequeno musical, Lara era ninguém menos que Mamãe Noel, enquanto Dante, ajudante na fábrica de brinquedos. Deu no que deu. Tempos modernos, fazem muito bem.

Descubro que Lara adora rimar!

Dois limeriques para eles. O segundo viola abertamente o esquema AABBA. Mas em compensação tem as últimas palavras em ara, era, ira, ora, ura.


Lara e Dante fazem alegre rebu
Igual nem no Leblon ou no Caju
E vejam que coisa chique
Eu fiz este limerique
Pro mais lindo casal do Grajaú.

Pequena grande amiga é a Lara
Tudo acontece quando não se espera
Alegria que ninguém tira
Saber que a primeira nora
Causa no Dante alegria pura 



6 comments:

Maria Isabel Bel said...

Sou um prima/tia da Lara e vivencio todo esse amor e sorrisos que ela é capaz de transmitir à todos ao seu redor. Que Deus e o tempo permitam que todo esse amor, carinho, admiração e amizade entre eles só se multiplique. Lindo seu texto, pai do Dante. Parabéns pela sensibilidade de retratar, de uma forma tão doce, a doçura dessas crianças.

Chris said...

Que linda poesia , a sempre bela Lara.
Cujo seus País a cria com tanto amor, já encontrou ora veja..
Seu primeiro amor.
Parabéns pra VC que de perto pode conviver.
Eu que acompanho a distância, essa linda Flor crescer ...

Kelly Beltrao said...
This comment has been removed by the author.
Kelly Beltrao said...
This comment has been removed by the author.
Kelly Beltrao said...

Em clima de Rima rara, apresento-me como tia da pequena Lara!
E para a surpresa tão grande...descubro-me também tia do Dante!

Para o sogrão da nossa pequena notável, pedi emprestados alguns versos de Augusto dos Anjos, nos quais, distinguir a alma, tem como intenção.

Escrevo ainda com o recurso da licença poética, pois, precisei modificá-los, já que posso fazer de coração, sou tia sogra...mãe de guris e professora em construção.

" A alma dos Pais, pego-a, distingo-a,
Acho-a nesse interior duelo secreto
Entre a ânsia de um vocábulo incompleto
E uma expressão que não chegou à língua."

Nesta foto que retrata o Alto de Natal de Lara e Dante, é possível perceber três personagens principais...porém uma...tomada da mansidão dos sentimentos aflorados, toca-nos com um texto de despir a alma.

Dante, você conseguiu facilmente deslumbrar nossa pequena notável, vestindo apenas um puro amor.

Ela que já nasceu transbordando este amor, encontrou em você o que faltava...um amigo...o amigo! Você!!

Transmito às personagens principais de hoje...um grande abraço...um abraço de alma...envolto em algo que há de sobra nos enamorados...inclusão, mesmo sem saber tal significado.

Aos pais Parabéns!!!

Seus filhos só ofertam o quê eles recebem!!

Um completa o outro, em uma ajuda mútua para o pleno desenvolvimento nesta fase mais importante da vida, a infância!!

chandoka said...

História bonita, pueril, inclusiva, exemplar, comovente... Vontade de acompanhar pra sempre! Sou Christiane, amiga da Andréa, mãe da Lara.